top of page

Descubra o que é o Tarô Terapêutico e para que serve


O tarot ou, em português, tarô é um oráculo e baralho de uso recreativo e esotérico utilizado majoritariamente no século XVIII, tradicionalmente composto por 78 cartas. Há relatos de seu uso pela nobreza italiana desde o período renascentista e suas regras oficiais são publicadas pela Federação Francesa de Tarot. As cartas passaram a ser usadas para a previsão do futuro e desde fins do século XIX e integram o cerne do esoterismo moderno juntamente com a cabala, a astrologia e a alquimia.


Como surgiu o jogo de tarô

O surgimento do jogo de tarô, suas cartas e seu uso como oráculo, não é unânime entre os estudiosos. A teoria mais aceita - apesar de afrontada por escrituras egípcias falando sobre um conjunto de cartas oraculares bastante parecido com o que conhecemos hoje - é de que as cartas de tarô surgiram entre os séculos XV e XVI no norte da Itália, e foram criadas para um jogo de mesmo nome, que era jogado pelos nobres e pelos senhores das casas mais tradicionais da Europa continental.


O que é o Tarô

O tarô (também conhecido como tarot, tarocco, tarocchi, tarocchini, tarock e outros nomes semelhantes) é caracteristicamente um conjunto de 78 cartas composto por 22 trunfos ou arcanos maiores e quatro conjuntos de naipes com 14 cartas cada, 10 cartas numeradas e quatro figuras (uma a mais por naipe que o baralho lusófono), sendo estes os arcanos menores. Já a palavra arcano significa "mistérios ou segredos a serem desvendados" e foi incorporada pelos ocultistas do século XIX.


Existem dois tarôs considerados "a base" para a maioria dos baralhos modernos, sendo eles O Tarô de Marselha e O Tarô Rider Waite (também conhecido como Smith Waite).


Os significados divinatórios são derivados principalmente da Cabala — vertente mística do judaísmo — e da alquimia medieval. Atualmente, o Tarô obtém expressão nas mais diversas áreas, sendo um instrumento de estudo e uso até pela Psicologia. Carl Gustav Jung, renomado psicólogo do século XX, estudou o tarô e relacionou seus arcanos com o conceito de Arquétipos, imagens da memória coletiva ancestral que estão dentro de nossos inconscientes e que podem ser ativadas por determinados Símbolos, que trazem à tona toda a carga emocional que a imagem possui em si e que nos toca profundamente. As cartas do Tarô são vistas, então, como ilustrações sobre os anseios da alma humana, uma espécie de história em quadrinhos sobre os nossos dramas.


Como funciona o Tarô

O Tarô funciona como uma bússola de autoconhecimento, um sábio conselheiro que revela o passado, o presente e as tendências futuras. Muito além de previsões, ele demonstra os caminhos a seguir e revela as reais intenções das pessoas em nossas vidas, os aprendizados e obstáculos a transpor em direção à verdadeira realização.


As leituras funcionam de forma quântica, captando e traduzindo energias e, muitas vezes, conseguindo prever os próximos acontecimentos. O Tarô não te dirá qual caminho seguir, mas vai te mostrar o que pode acontecer ao longo de cada escolha e jornada. Por ser uma leitura energética, o tarô online funciona da mesma forma que o presencial, demonstrando bons resultados e tendo se popularizado ainda mais a partir de 2020.


Qual a diferença entre uma consulta de tarô online e uma consulta presencial?

Na consulta presencial o tarólogo poderá criar um ambiente relaxante e energeticamente seguro para que o consulente se conecte de forma mais tranquila e transparente com as respostas que está buscando. Esse ambiente pode ser materializado por meio de sons, aromas, meditações e outras terapias complementares. Já no tarô online, é comum que o consulente já chegue com todas suas questões definidas, o que não atrapalha o trabalho do tarólogo ou cartomante. A única diferença, portanto, é a abertura do próprio paciente em adentrar suas energias e saberes mais profundos e inconscientes.


Ou seja, quando for fazer uma consulta online de tarô, é indicado que você relaxe, coloque uma música gostosa, acenda um incenso e conecte-se com o seu Eu mais profundo. Questione o que realmente quer e deve saber e, aí sim, defina as perguntas que irá enviar para sua taróloga.


Fonte: Texto escrito com referências do verbete da Wikipédia sobre o assunto e com base no conhecimento adquirido por Míriam Rosa, a Bruxa Terapeuta.


_________________________________________________________________________________

Agende sua consulta ao Tarô Terapêutico com a Bruxa Terapeuta, clicando no link contato.

0 comentário

Comments


bottom of page